Ações Formativas – Bienal Online
 
 
 

Ações formativas

Um dos pilares da Bienal de Quadrinhos, as Ações Formativas apresentam em sua programação diversas palestras, debates e oficinas, desenvolvidos em plataformas de streaming e nas nossas mídias sociais. A realização das atividades formativas estão concentradas ao longo de duas semanas, entre os dias 23 de setembro e 3 de outubro, e irão explorar, entre outros assuntos, a temática da edição: “Música e Quadrinhos”, e todas as relações possíveis entre estas expressões.

Na programação, há 4 palestras, 8 live-debates e 7 oficinas online. As oficinas são dirigidas a públicos diversos (adulto, infantil, profissionais, iniciantes) e ofertadas em vagas limitadas, por meio de inscrições divulgadas no site e mídias da Bienal. As palestras e live-debates terão transmissão ao vivo e estarão disponíveis no canal da Bienal no Youtube e na nossa página do Facebook, sempre com acesso livre e gratuito.

Confira a programação completa!


OFICINAS

EXERCÍCIOS EM CONTRA-CÓPIA

Ministrante: Cecil Silveira
24 (sexta-feira) e 26/09 (domingo), das 9h às 12h

Em 2000, Paul B. Preciado publicou o livro Manifesto Contra-Sexual, no qual sugere que algumas práticas (como o uso do dildo) desmantelam e/ou reorganizam comportamentos sociais até então tidos como “naturais”.

Os exercícios em “contra-cópia” deste workshop irão consistir na adaptação gráfica de uma obra de HQ reconhecida, de forma a transformá-la criticamente, ao mesmo tempo que pretende dominar as características “imitadas” de um autor; essa experimentação abrangerá a utilização de diversos materiais e textos de apoio.

O objetivo é produzir uma página em cada sessão através do exercício da cópia, com base na provocação sobre o estatuto de cânone e uma revisão de sentidos sobre HQs icônicas de autores como Moebius, Hergé, Pratt, Bechdel, Spiegelman, Satrapi, Cruchaudet, Baudoin, Tezuka, entre outros.

Este workshop é destinado a um público alargado que deseja aprender, de forma breve mas crítica, alguns dos fundamentos da linguagem dos quadrinhos, a partir de exercícios de releitura de alguns ”clássicos”.

Classificação indicativa: a partir de 18 anos

APOIO: Instituto Camões

Inscreva-se aqui!

INTRODUÇÃO À ANIMAÇÃO 2D

Ministrante: Carlos Iubel
25/09 (sábado), das 9h às 12h

Aprenda a dar vida ao seu personagem com os primeiros passos da animação 2d. Abordaremos os 12 princípios da animação com exemplos práticos aplicados no planejamento da caminhada de um personagem.

Classificação indicativa: a partir de 14 anos

Inscreva-se aqui!

EXPRESSÕES FACIAIS

Ministrante: Ariel Dacunha
25/09 (sábado), das 14h às 15h30

Aprenda a desenhar as emoções de seus personagens através das expressões faciais. Vamos desenhar as principais expressões e aplicá-las no desenho de duas páginas de HQ.

Nesta aula vamos aprender a desenhar expressões faciais de forma simplificada, como os emojis de aplicativos de mensagem. É uma aula fácil o suficiente para crianças pequenas e com conteúdo relevante para desenhistas iniciantes. Para o último exercício as expressões aprendidas serão aplicadas em uma história em quadrinhos de duas páginas, em que o rosto dos personagens foram apagados.

Conteúdo:
1. Teoria: O que são expressões faciais e qual sua importância na comunicação.
2. Desenho das 7 expressões primárias (alegria, tristeza, raiva, surpresa, medo, nojo e desprezo)
3. Desenho de diferentes intensidades das expressões primárias
4. Desenho de mistura de expressões e expressões estilizadas (símbolos no lugar dos olhos)
5. Desenho de expressões em uma HQ de duas páginas onde os rostos foram apagados.

Classificação indicativa: a partir de 6 anos, para desenhistas iniciantes de qualquer idade.

Inscreva-se aqui!

DESENHANDO A CANÇÃO

Ministrante: Yuri Garfunkel
01 (sexta-feira) e 02/10 (sábado), das 10h às 12h

O autor do livro “A Viola Encarnada: Modas de Viola em Quadrinhos” apresenta seu processo criativo e demonstra exercícios que podem ser realizados em casa. Os participantes são convidados a escolherem uma canção que traga lembranças significativas. As canções escolhidas serão tema para exercícios de desenho e produção de páginas de linguagem sequencial.

Classificação indicativa: livre

Inscreva-se aqui!

TEMPO E FORMA: A REPRESENTAÇÃO VISUAL DO TEMPO

Ministrante: Delius (Argentina)
01/10 (sexta-feira), das 14h às 16h30

A representação visual do tempo. Ciclos, sequências, simultaneidades e evoluções em uma narrativa. Oficina que convida à reflexão sobre algumas das formas e recursos para representar o tempo na imagem, o uso de figuras retóricas como a repetição, a divisão do campo em porções, o uso de molduras, transformação, movimento, capas sobrepostas, a simultaneidade de cenas.

O workshop tem uma introdução em que iremos observar e comentar as imagens, com a ideia de exercitar o nosso olhar e reflexão (aproximadamente 1 hora) e outra parte da produção de um desenho em aula (aproximadamente 1 hora), além de um debate (aproximadamente 20 minutos).

Classificação indicativa: a partir de 18 anos

Haverá tradução simultânea!

Inscreva-se aqui!

CRIAÇÃO DE SUPER-HERÓIS

Ministrante: Ariel Dacunha
02/10 (sábado), das 14h às 15h

Nesta oficina você vai criar seu próprio super-herói e desenhar ele em uma HQ junto com o professor.

Classificação indicativa: a partir de 8 anos, para desenhistas iniciantes independentemente da idade.

Inscreva-se aqui!

AULA DEMONSTRATIVA
COURO DE GATO - XILOGRAVURA E QUADRINHOS

Ministrante: João Sánchez
03/10 (domingo), das 10h às 13h

O editor, impressor e artista gráfico João Sánchez contará sobre a concepção e criação da HQ Couro de Gato, escrita por Patati, fazendo uma aula demonstrativa sobre o processo de gravação e impressão de xilogravura.

Classificação indicativa: livre

Inscreva-se aqui!

PALESTRAS E DEBATES

DEBATE
PARA CRIANÇAS DE 7 A 77 ANOS

com Marcio R. Garcia e Caio Zero
mediação Fafá Conta
23/09 (quinta-feira), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal
COM TRADUÇÃO SIMULTÂNEA EM LIBRAS

Outras histórias em quadrinhos estão sendo criadas para o público infantil que não são da turma da Mônica, da Disney, de super-heróis ou mangá. Márcio, autor de “Sublime” (Ed. Inverso) e Caio, autor de “Rumi” (Ed. Incompleta) nos contam como é criar e usar a linguagem dos quadrinhos para dialogar com os pequenos leitores.


PALESTRA
LANÇAMENTO DO LIVRO “PARADAS MUSICAIS”

com Reinaldo Figueiredo
mediação Sandro Moser
24/09 (sexta-feira), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal
COM TRADUÇÃO SIMULTÂNEA EM LIBRAS

Depois de passar pelo Pasquim, Planeta Diário e Casseta e Planeta, Reinaldo agora tem seu próprio programa de rádio. Ele era baixista na banda do Casseta e Planeta além de fazer a imitação do FHC. Agora, no seu novo livro, publicado pela Mórula Editorial, Figueiredo mistura as escalas e as tintas, a música e o humor.


DEBATE
MÚSICOS QUE AMAM QUADRINHOS

com JR Tostoi, Thedy Correa e Vlad Urban
mediação PJ Brandão
25/09 (sábado), 17h

No Youtube e Facebook da Bienal

Assim como quadrinistas amam música, músicos também amam quadrinhos. E agora é o momento de saber se e como essa paixão afeta o trabalho com a música. Como transformar a imagem em música?


DEBATE
LANÇAMENTO “CURVA - MÚSICA ILUSTRADA”

com André Caliman, Sérgio Albach e Fabiano Tiziu
mediação Mitie Taketani
25/09 (sábado), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal

Em uma única faixa musical longa e variada, o Duo F5 (Sérgio Albach e Fabiano Silveira “o Tiziu”) criam um rico e lúdico ambiente sonoro, complementado pelas ilustrações de André Caliman, que surgem com a mesma espontaneidade do som, criando uma simbiose entre as linguagens artísticas.


DEBATE
CORPAS POLÍTICAS

com Sol Díaz (Chile), Gabriela Borges e Cecil Silveira (Portugal)
mediação Mariana Viana (Fora do Plástico)
26/09 (domingo), 17h

No Youtube e Facebook da Bienal

Novas vozes trazendo novos corpos para o cenário dos quadrinhos. Três exemplos de aventuras editoriais que multiplicam as vozes, os traços e as cores na representação da mulher (cis e trans) e pessoas não binárias. Quadrinhos que trazem as lutas da rua para o papel.

APOIO: Instituto Camões


DEBATE
MÚSICA EM QUADRINHOS

com Mylle Silva, Yuri Garfunkel e Sergio Mazul
mediação Dandara Palankof
26/09 (domingo), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal

Quadrinista sempre gostou de música e sempre deu um jeito de usar essa paixão como inspiração para histórias. Convidamos autores que utilizaram três estilos musicais diferentes para criarem suas narrativas.


PALESTRA
FRAUZIO FAZ 20!

com Marcatti
mediação Rodrigo Scama e Liber Paz (KitineteHQ)
30/09 (quinta-feira), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal
COM TRADUÇÃO SIMULTÂNEA EM LIBRAS

Personagem ícone de Marcatti completa 20 anos durante a pandemia. Para não deixar o pobre apagar velinhas sozinho, convidamos o autor para falar de sua obra e especialmente do Frauzio.


DEBATE
SOBRE VIVER NA REDE

com Luiza de Souza (Ilustralu), André Caliman, Leandro Assis
mediação Carol Ito
01/10 (sexta-feira), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal
COM TRADUÇÃO SIMULTÂNEA EM LIBRAS

Muito antes do isolamento social os quadrinistas já estavam explorando a internet como forma de vender seus trabalhos e também como experiência de linguagem. Esse envolvimento com a rede se tornou muito mais urgente nesse momento. Como estão se virando os cartunistas brasileiros nesse novo meio?


DEBATE
BIENAL DE QUADRINHOS INVADE QUADRINHOS NA SARJETA!
MEMÓRIA: PRESERVAÇÃO DE ACERVOS

com Key Imaguire Junior + Flavio Colin Filho
mediação Alexandre Linck
02/10 (sábado), 20h

No Youtube e Facebook do Quadrinhos na Sarjeta
COM TRADUÇÃO SIMULT NEA EM LIBRAS

Como manter viva a memória de nossos autores e suas criações? O criador da Gibiteca de Curitiba se junta ao herdeiro de Flavio Colin para discutir dois exemplos bem sucedidos de preservação e veiculação de obras em quadrinhos.


DEBATE
COLETIVOS E A CENA INDEPENDENTE

com Marcos Farrajota (Portugal), Marco Tóxico (Bolívia), Weaver Lima
mediação Cecilia Arbolave
03/10 (domingo), 17h

No Youtube e Facebook da Bienal

Se agrupar para resistir. Inventar maneiras para seguir publicando e propor novas linguagens e novas maneiras de veicular os quadrinhos. Experiências que vem do alto (La Paz), da praia (Fortaleza) e do outro lado do Atlântico (Cascais).

APOIO: Instituto Camões


PALESTRA
É BREGA

com Gidalti Jr.
mediação Felipe Cordeiro
03/10 (domingo), 20h

No Youtube e Facebook da Bienal COM TRADUÇÃO SIMULTÂNEA EM LIBRAS

“Brega Story”, a nova graphic novel de Gidalti Jr., é ambientada nos bastidores do universo do brega de Belém, onde a explosão de som, luzes, cores e texturas resultam em um dos gêneros musicais mais expressivos do norte do país. Fruto de uma intensa pesquisa gráfico-musical, Gidalti explora o contraste entre as manifestações culturais periféricas e o mainstream, fazendo com que os personagens vivam a vertigem do sucesso e do fracasso, marcados pelo abandono e precarizados pela vida.


CONHEÇA OS CONVIDADOS

ALEXANDRE LINCK é doutor em Literatura (UFSC), Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem (UNISUL), produtor de conteúdo para o canal do youtube de crítica, curadoria e divulgação científica Quadrinhos na Sarjeta.


ANDRÉ CALIMAN é quadrinista e ilustrador. Participou de diversas coletâneas e publicações independentes, como a revista "Quadrinhópole" (com a qual recebeu o prêmio HQMIX) e o álbum "Bocas Malditas", entre outros, até lançar sua primeira Novela Gráfica, "Revolta!" em 2014. No mercado americano, realizou a série "E.L.F", e no mercado europeu o álbum "Lost in Connection". Atualmente trabalha no álbum "O Mistério do Pirata Avarento" e na webcomic "As Andanças por Terra e Mar do Cavaleiro da Ilha de Vera Cruz".


ARIEL DACUNHA é licenciado em Artes Visuais pela EMBAP (Escola de Música e Belas Artes do Paraná), e é diretor e editor chefe da URSEREIA Estúdio e Editora. Em sua primeira experiência como professor de mangá, descobriu a vocação para lecionar e produzir quadrinhos. Suas obras publicadas são "Chacina", com roteiro de André Florão, "Sativum: Crônicas do Farejador" e “Cansei de ser um desenhista sedentário”.


CAIO ZERO é artista-educador e quadrinista, graduando em Licenciatura em Belas Artes na UFRRJ. Já publicou de forma independente os títulos “Antologia I e II” e “25PÁGINAS” e “Rumi” pela Editora Incompleta. Atualmente publica quadrinhos com o selo Subúrbio Zero e é integrante da revista gratuita XTPO, publicada no Instagram.


CARLOS IUBEL é formado em Design Gráfico pela PUCPR, atua no mercado de ilustração desde 2010, e no mercado de animação desde 2015, Atualmente trabalha com supervisão e direção de animação 2d para séries de TV e filmes.


CAROL ITO é quadrinista e jornalista com experiência em jornalismo em quadrinhos. Desde 2014, publica HQs com temas ligados a comportamento, política, gênero e sexualidade. É autora da série de tiras “Novo Anormal”, publicada todo domingo no Instagram da revista Tpm, e fundadora do Políticas (@politicashq), projeto de divulgação de quadrinhos políticos feitos por mulheres e pessoas não-binárias nas redes sociais. Também é mestra em Ciência da Informação pela ECA-USP.


CECIL SILVEIRA: O Gato da Bota é um editorial transfeminista, com montação de fanzines, publicado entre Brasil e Portugal. Entre 2017 e 2020, fomos Sapata Press, que era um projeto editorial de fanzines de BD/HQ de cariz feminista interseccional com sede em Lisboa. Foi idealizado por uma caminhoneira brasileira que estava perdida e sem referências lésbicas no contexto de migração português. Que falhou o primeiro doutorado na Antropologia para fazer autoetnografia em HQ no doutorado em Belas Artes. Que agora passa por um trânsito de,gênero, não para ser homem, mas para ser gato. Oi, o meu nome é Cecil.


CECILIA ARBOLAVE é jornalista argentina, formada na Universidad Austral de Buenos Aires e pós-graduada pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário (SP). Mora há dez anos em São Paulo. É sócia na editora Lote 42 e fundadora dos espaços de publicações independentes Banca Tatuí e Sala Tatuí. Vencedora do prêmio Jovens Talentos da Indústria do Livro (2018), foi jurada do Prêmio Jabuti na categoria Histórias em Quadrinhos em 2017 e do edital de publicações da Des.Gráfica no Museu da Imagem e do Som em 2018.


DANDARA PALANKOF é tradutora e atua como editora e coeditora em outros projetos de quadrinhos (a revista Plaf, sobre o universo das HQs; a nova edição da coletânea Ragu; o gibi “A Saga do Porco Dourado”), além de atuar como assistente editorial na Mythos Editora. Participou como jurada dos últimos prêmios HQMix e Grampo.


DELIUS (Argentina): Sou autora de quadrinhos, ilustradora e professora. Narro as coisas que me chamam a atenção pela sua beleza, os lugares emocionais para onde me levam e as perguntas que me provocam. Gosto de colecionar fotos, figuras, papéis para colorir; descobrir figuras históricas. Também gosto de ciência e natureza, me interesso por detalhes, sou uma pessoa curiosa. Trabalho sozinha muitas horas por dia e gosto de momentos de troca como aulas, reuniões, refeições e viagens (se forem encontros artísticos, ainda melhor).


FABIANO TIZIU é músico, compositor, arranjador, tem seus estudos aprofundados no violão de sete cordas enaltecendo a música brasileira, já participou de festivais e shows em diversos países e atua como professor do Conservatório de MPB de Curitiba.


FAFÁ, OU FAFÁ CONTA. É assim que a atriz e contadora de histórias Flávia Scherner é conhecida na internet. Seu canal no YouTube, "Fafá Conta", se tornou referência em contação de histórias e literatura infantil e é reconhecido por famílias como uma rede tecnológica de apoio. Traz conteúdos que geram reflexões, censo crítico, provocam bons momentos de riso e contribuem para uma infância livre de estereótipos.


FELIPE CORDEIRO nasceu em 1984 em Belém do Pará. Formado em Filosofia pela UFPA, tem 3 discos lançados. Como compositor tem parcerias com Arnaldo Antunes, Chico César e Zeca Baleiro.


FLAVIO COLIN FILHO é filho do artista Flavio Colin e busca contribuir contando sobre a vida e as obras do seu pai.


GABRIELA BORGES é jornalista e curadora de conteúdo. Em 2015, criou a “Mina de HQ”, mídia independente e feminista, com perspectiva de gênero, sobre histórias em quadrinhos — um dos canais de cultura pop e nerd sobre gênero mais relevantes do Brasil. Autora do e-book "Encuentre su Clítoris - Observaciones sobre una revista de historieta de género en Argentina", pela editora Marca de Fantasia, e editora do livro "Quadrinhos Queer", pela editora Skript.


GIDALTI JR. é quadrinista, pintor e professor. Autor de “Castanha do Pará” (Independente 2017, Editora SESI 2018 e na Colômbia, Editora Planeta 2021), obra vencedora do Prêmio Jabuti e do White Ravens. Mestre em Artes Visuais (ICA/UFPA) e especialista em História da Arte - Teoria e Crítica (Belas Artes).


JR TOSTOI é produtor musical ganhador de 2 Grammy Latinos, integrante do Vulgue Tostoi. Está finalizando seu primeiro trabalho solo, chamado SOLO SOCIAL.


JOÃO SÁNCHEZ é formado em gravura pela UFRJ. Editor, impressor de gravuras e obras gráficas, fundou o Estúdio Baren em 2011. Desde então, colaborou e editou obras para variados artistas e instruções de renome nacional e internacional.


KEY IMAGUIRE JUNIOR é arquiteto e foi professor de História da Arquitetura Brasileira, Patrimônio Cultural e outras disciplinas no Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná durante 35 anos. Mestre em História do Brasil e Doutor em História da Idéias. Apresenta palestras e textos em vários países.


LEANDRO ASSIS é roteirista de cinema e TV. Escreveu “Mulher Invisível” (Globo), “Surtadas na Yoga” (GNT), “Magnífica 70” (HBO) e os longas “Muitos Homens Num Só” e “Sob Pressão”. Recentemente começou a fazer quadrinhos, com as séries “Os Santos” e “Confinada”.


LUIZA DE SOUZA nasceu em Currais Novos (RN) em 1992. Estudou Publicidade (UFRN) e na internet é conhecida como @ilustralu. Atualmente, trabalha como ilustradora, faz quadrinhos, e participa de projetos empolgantes pra ganhar a vida, manter o juízo no lugar e alimentar Goiaba, sua gata. É autora de Arlindo, HQ publicada em 2021 pela Seguinte.


MARCATTI é paulistano de 1962, produz HQs há mais de 40 anos. Criador e autor de Frauzio, recebeu o prêmio de Mestre do Quadrinho brasileiro pelo HQMix e Angelo Agostini.


MARIANA VIANA é jornalista graduada pela Universidade Federal de Ouro Preto. Mariana Viana é uma das cabeças por trás do Fora do Plástico, perfil no Instagram completamente voltado aos quadrinhos. Em paralelo, atua também como designer de marcas. Por ser uma amante das artes visuais, se encantou com o universo dos quadrinhos e, há quase 4 anos, fala diariamente sobre o tema, ao lado do também jornalista Pedro Ferreira.


MARCIO R. GARCIA é pedagogo, especialista em Literatura, autor de livros infantis e HQs desde 2014. Em 2016 lançou sua primeira HQ, “Sailor!”, na Bienal de Quadrinhos da Curitiba, participando da Bienal Publica! no mesmo ano. É autor do livro infantil "O Pato Euzébio", das HQs “Sublime” e “Heitor, o Marinheiro”. Publica atualmente a HQ de Terror "O Demônio de Wisborn" na revista Mestres do Terror.


MARCO TÓXICO (Bolívia) é designer e ilustrador boliviano. Seu trabalho foi publicado em diversos meios impressos e digitais dentro e fora da Bolívia, como Fierro, El Buen Salvaje, Black Label e Les Inrockuptibles, entre outros. Publicou quatro histórias em quadrinhos e três livros de ilustração, além de vários fanzines. Seu trabalho faz parte do quarto volume da Illustration Now! da editora alemã Taschen. Ele tem um crânio trepanado e gosta de frango frito.


MARCOS FARRAJOTA (Portugal) trabalha na Bedeteca de Lisboa. Faz HQs e fanzines desde 1992. Geriu a editora MMMNNNRRRG (2000-20). Co-organizou a Feira Laica (2004-12). Fundou a Associação Chili Com Carne - uma referência a nível internacional. Colabora com o jornal de expressão anarquista A Batalha. O seu artigo "Comix Remix" foi republicado na antologia "The Thick Book of Kuti" que ganhou o Prémio de HQ Alternativa em Angoulême.


MITIE TAKETANI é paulistana, mas vive em Curitiba há mais de 30 anos. Foi lá que ela criou, junto com o marido, Xico Utrabo, a Itiban Comic Shop, livraria especializada em histórias em quadrinhos que é referência no Brasil. Além da curadoria dos livros, que vão de importados a HQs brasileiras independentes, Mitie já organizou centenas de lançamentos e bate-papos com artistas na Itiban, com nomes como Laerte, Daniel Galera e Lourenço Mutarelli. E, desde 2016, ela integra o time de curadores da Bienal de Quadrinhos de Curitiba, trazendo questões urgentes do Brasil contemporâneo para o diálogo com as HQs e os artistas.


MYLLE SILVA é escritora, roteirista de histórias em quadrinhos, editora e produtora cultural. Ministra cursos e oficinas de escrita criativa e de roteiro para HQs. Entre suas publicações, estão as HQs “A Samurai” (2015), “Doce Jazz” (2019) e o livro de contos “A Sala de Banho” (2014). Mantém, junto com Cássio Menin, o espaço cultural Têmpora Criativa e a newsletter semanal Lambrequim.


PJ BRANDÃO é professor universitário. Atualmente se divide entre a pesquisa sobre quadrinhos no doutorado em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e a produção dos podcasts HQ Sem Roteiro, Sobre Fotografia e Podcast Nicolas.


REINALDO FIGUEIREDO é carioca, começou a trabalhar como cartunista e ilustrador no Pasquim, em 1974. Em 1984, foi um fundadores do Planeta Diário. Participou do grupo Casseta & Planeta. Publicou no jornal O Globo, foi colunista da Folha de S. Paulo e é colaborador da revista Piauí. Desde 2013 apresenta o programa A Volta ao Jazz em 80 Mundos, na Rádio Batuta, rádio on line do Instituto Moreira Salles. Acaba de lançar o livro “Paradas Musicais”, pela Mórula Editorial.


RODRIGO SCAMA E LIBER PAZ são os criadores do canal KitineteHQ no Youtube. Além disso, têm um canal na Rádio Cultura de Curitiba. Ambos doutores com teses sobre histórias em quadrinhos, todas quartas, quintas e sextas apresentam conteúdo novo em www.youtube.com/kitinetehq.


SANDRO MOSER é advogado e jornalista, com muitos anos de experiência em cobertura cultural trabalhando para veículos como Gazeta do Povo e Jornal Plural em Curitiba. É assessor de comunicação na Zelig Digital e autor do livro “Sicupira - Vida e Gols de Um Craque Chamado Barcímio” (E. Banquinho, 2020).


SERGIO ALBACH é músico, clarinetista, compositor e arranjador. Diretor da Orquestra à Base de Sopro desde 2002, grupo que já conta com 10 produtos fonográficos. Pesquisador do choro brasileiro, seus dois CDs lançados são focados neste gênero. Diretor Musical dos espetáculos Noël, Outro Samba. Com o Mano a Mano Trio lançou um DVD com participação de João Bosco e Raul de Souza.


SERGIO MAZUL é músico, produtor, empresário e escritor É proprietário do Blood Rock Bar há 12 anos e vocalista, compositor e produtor da banda Semblant, que soma mais de 50 milhões de views no Youtube e é lançada mundialmente pela Frontiers Records - gravadora italiana responsável por nomes como Journey, Whitesnake e muitos outros. Lançou em 2020, lado a lado do ilustrador e escritor Andre Meister, a graphic novel ”Semblant: Blood Chronicles”, pela editora Darkside Books, que vem obtendo sucesso de vendas e de crítica.


SOL DÍAZ (Chile) é autora de vários livros de humor gráfico e de dois romances visuais, em que explora questões como o questionamento de papéis, a identidade, a liberdade e a busca pela origem. Ela é a criadora de uma série animada, desenha ao vivo com uma banda de jazz, é coapresentadora de um podcast e parte dos criadores e editores de uma revista de quadrinhos feita por mulheres.


THEDY CORREA é músico, escritor e palestrante. Fundou em 1986 a banda de rock Nenhum de Nós, com quem atua até hoje, e já lançou 18 discos. Como escritor lançou quatro livros, sendo o mais recente, “Imersão”, em parceria com o artista Renato Guedes. Fez o roteiro da HQ infanto-juvenil “O Segredo Da Floresta”, com arte de Felipe Nunes. Participou da antologia “Femme Magnifique” (EUA) com a história Maria Bonita, com arte de Rafael Albuquerque.


VLAD URBAN é músico, guitarrista nas bandas Os Catalépticos, Sick Sick Sinners e Partigianos. Faz a produção e locução do programa Shock Rock, na Mundo Livre FM. Vlad Urban é um dos organizadores do Psychobilly Fest e do festival Psycho Carnival.


WEAVER LIMA é artista e curador independente. Integrou o grupo de zineiros Seres Urbanos, nos anos 1990. Nos 2000, criou o coletivo MONSTRA com o qual realizou diversas exposições e intervenções urbanas. Atualmente, a MONSTRA é uma produtora cultural especializada em projetos de arte – exposições, filmes, publicações e cursos – com o foco na produção independente.


YURI GARFUNKEL é desenhista e músico. Criou em 2007 o estúdio Sopa Art Br, que desenvolve trabalhos relacionando histórias em quadrinhos, música, arte urbana, e educação. O romance gráfico "A Viola Encarnada: Moda de Viola em Quadrinhos", indicado ao prêmio HQ Mix 2020 como melhor adaptação, é sua primeira publicação autoral.

 


 
bt-voltar-03
 
bt-proxima-03